Doces Finos E Quentes Para Matar As Saudades Do Inverno

Durante o inverno, nada melhor do que doces quentinhos e reconfortantes para matar as saudades do verão. As sobremesas típicas de inverno em Portugal são muito apreciadas nesta época do ano, principalmente as de origem conventual, que usam ingredientes como ovos, açúcar, amêndoas e canela.

Alguns exemplos são o toucinho do céu, as filhós, o arroz doce, as rabanadas, o sonho e os pastéis de nata, sempre acompanhados de um bom chocolate quente. Esses doces tradicionais portugueses, além de deliciosos, trazem nostalgia e são uma ótima pedida para aquecer o corpo e o coração nos dias mais frios.

Quais são os doces típicos de inverno em Portugal?

Durante o inverno em Portugal, nada melhor do que aproveitar os saborosos doces típicos desta época do ano para matar as saudades do verão. Muitos deles têm origem conventual e levam ingredientes como ovos, açúcar, amêndoas e canela, proporcionando um delicioso aquecimento em dias mais frios.

Alguns dos doces mais famosos do inverno português são:

  • Toucinho do céu – doce típico alentejano feito com gemas, açúcar e amêndoa. Tem textura fofa e sabor intenso.
  • Filhós – bolinhos fritos feitos de farinha, ovos e açúcar, costumeiramente polvilhados com açúcar e canela.
  • Arroz doce – sobremesa tradicional feita com arroz cozido em leite e açúcar, finalizado com uma camada crocante de canela.
  • Rabanedas – fatias de pão de forma fritas, normalmente servidas com mel ou calda de açúcar.
  • Sonhos – bolinhos fritos com formato de bola, macios por dentro e crocantes por fora.
  • Pastéis de nata – a famosa sobremesa feita com massa folhada e creme de ovos.

Por que comer esses doces no inverno traz nostalgia?

Esses doces típicos de inverno em Portugal, além de bastante saborosos, despertam memórias afetivas e trazem nostalgia. Muitos deles têm o preparo transmitido entre gerações, fazendo parte das tradições culinárias portuguesas.

Ao serem feitos e consumidos principalmente no inverno, esses doces são associados a momentos especiais desta época, como o Natal e o Ano Novo. Comer um sonho ou um pastel de nata quentinho no frio traz a nostalgia de celebrações em família e recordações da infância.

Além disso, o cheirinho e o sabor único desses doces caseiros lembram as cozinhas das nossas avós e bisavós, trazendo nostalgia e conforto emocional. É uma viagem ao passado através dos sentidos.

Como esses doces ajudam a aquecer o corpo no inverno?

Além de nostálgicos, os doces típicos de inverno em Portugal também são ótimas pedidas para aquecer o corpo nos dias mais gelados. Isso porque muitos levam ingredientes termogênicos, que ajudam a aumentar a temperatura corporal.

A canela, muito usada nessas sobremesas, é uma especiaria com propriedades térmicas. O leite e ovos presentes em receitas como arroz doce e toucinho do céu também esquentam o organismo.

A própria fritura de preparações como filhós, sonhos e rabanadas aquece e reconforta o corpo. E o chocolate quente, companhia perfeita para os doces de inverno, tem efeito aquecedor e antoxidante.

Portanto, ao comer essas delícias tradicionais no frio, podemos matar não apenas a saudade do verão, mas também espantar o relento e esquentar na medida certa.

Quais os benefícios dos ingredientes dessas receitas?

Os ingredientes mais comuns nos doces de inverno portugueses, como ovos, amêndoas, canela e chocolate, trazem benefícios importantes para a saúde, além do delicioso sabor.

Os ovos são fonte de proteínas de alto valor biológico, contêm vitaminas do complexo B, A, D e minerais. Já as amêndoas possuem proteínas, fibras, vitaminas E e B2, magnésio e zinco.

A canela tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e antibacterianas. O chocolate amargo contém flavonoides, que são antioxidantes naturais.

Mas é claro que tudo deve ser consumido com moderação! As quantidades calóricas mais altas sempre devem ser levadas em conta.

Quais versões mais saudáveis podemos fazer?

Existem algumas adaptações mais saudáveis que podemos fazer nas receitas tradicionais de doces de inverno:

  • Substituir açúcar refinado por adoçantes naturais, como mel ou stevia.
  • Utilizar óleos vegetais para frituras, como o de girassol ou canola.
  • Escolher farinhas integrais ou macias, que são mais nutritivas.
  • Acrescentar nozes, castanhas e frutas secas para aumentar teor de fibras.
  • Preparar versões assadas dos doces fritos, como filhós e sonhos.
  • Moderação nas porções é sempre o melhor caminho!

Dá para inovar sem perder a nostalgia e o sabor único dos doces de outrora. Com criatividade e alguns ajustes, podemos nos deliciar com versões mais nutritivas.

Quais são modos saborosos de servir esses doces?

Há diversas formas deliciosas de servir os doces típicos e deixá-los ainda mais saborosos:

  • toucinho do céu combina perfeitamente com sorvete de creme e calda de caramelo.
  • As rabanadas podem ser servidas com geléias, chocolate quente ou vinho do Porto.
  • arroz doce fica ótimo com canela, nozes e um toque de limão.
  • Os sonhos podem ser passados no açúcar com canela antes de servir.
  • Os pastéis de nata são irresistíveis acompanhados de um bom café.
  • chocolate quente pode levar uma pitada de canela ou pimenta para realçar o sabor.

Deixe a criatividade fluir para servir esses doces de modos únicos e surpreendentes!

Podemos aproveitar os doces de inverno o ano todo?

Mesmo sendo uma tradição mais forte no inverno, não há problema algum em apreciar os deliciosos doces típicos desta estação em outras épocas do ano.

O toucinho do céu, as filhós, o arroz doce e muitos outros podem ser saboreados e aproveitados o ano inteiro. É uma ótima pedida para matar as saudades ou ter um gostinho de “inverno” em pleno verão.

Algumas sugestões para incluir esses doces em outros momentos:

  • Fazer e congelar os doces na época típica e depois retirar do freezer conforme a vontade.
  • Aproveitar os ingredientes característicos, como canela e chocolate, em sobremesas de verão.
  • Relembrar datas especiais ou celebrar conquistas degustando os doces preferidos.
  • Incluir os doces típicos no cardápio de festas temáticas ao longo do ano.
  • Fazer uma versão gelada de arroz doce ou rabanada no verão.

Portanto, não vejo problema em celebrar o espírito aconchegante do inverno português o ano todo com seus deliciosos doces!

Referências:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *